sexta-feira, 1 de agosto de 2008

PRODUÇÃO ESCRITA - ATIVIDADE PARA 2º E 3º ANO

A notícia e a reportagem

Na época em que o romantismo florescia, surgiram na Europa e no Brasil os primeiros jornais. Embora fossem bem diferentes dos jornais de hoje, neles é que a maior parte dos romances foi publicada, em forma de folhetim (a história era publicada aos poucos). Junto com esses folhetins, difundiam-se também as notícias e, depois, também reportagens, os dois principais gêneros jornalísticos, os quais certamente você já conhece.

Tanto a notícia quanto na reportagem são formas de relatos.

Numa notícia, relata-se um fato recém-ocorrido, que seja supostamente de interesse público: um crime, um evento político, um acontecimento que, de tão inusitado, torna-se interessante, etc.

Quanto à reportagem, é esse o nome que se dá à matéria jornalística resultante de um trabalho de pesquisa ou de investigação sobre um fato de sociedade. Assim, o que distingue basicamente uma notícia de uma reportagem é que a primeira está necessariamente ligada a um acontecimento, e a segunda não.

Do ponto de vista formal, há também algumas diferenças:

A notícia é geralmente mais curta e se caracteriza como um texto essencialmente narrativo, centrado no acontecimento noticiado.
O primeiro parágrafo da notícia chama-se lead, deve conter cinco informações básicas sobre o acontecimento:
· O que aconteceu;
· Quem provocou esse fato;
· Quando e onde aconteceu;
· Por quê.
Os demais parágrafos podem trazer detalhes, explicações adicionais e justificativas. A reportagem é normalmente mais longa e se caracteriza como um texto que combina narração e explicação. Na reportagem são muito usadas formas de testemunho, convocam-se especialistas para explicar o tema, e por isso há uma presença grande de formas de citação, como o discurso direto e o discurso indireto (consultar a Gramática para compreender o que são esses tipos de discurso).


As atividades propostas a seguir devem ser executadas em grupo.

1 - Selecionar, de jornais e revistas de atualidades, textos que possam ser considerados notícias ou reportagem. Classifica-los como notícia ou reportagem de acordo com as características indicadas anteriormente. Nas notícias, encontrar o lead, e verificar se ele responde às questões o quê?, quem?, quando?, onde?, e por quê?.
2 - Verificar se há imagens que compõem ou acompanham esses textos. Em caso afirmativo, qual será a função dessas imagens?
3 -Nos veículos de imprensa pesquisados, há mais notícias ou reportagens? Relacionar sua resposta à finalidade a que se destinam esses veículos.
4 - Um tipo especial de notícia é o fiat divers: trata-se de relatos de casos estranhos, extraordinários, bizarros ou fora do comum. Entre as notícias encontradas, há algum fiat divers?
5 - A cidade é um espaço de múltiplos acontecimentos. A partir de um fato recém-ocorrido em sua cidade, ou, melhor ainda, em seu bairro, elabore uma notícia. Levar em conta as características desse tipo de texto. Lembre-se: um fato noticiável deve ter relevância social, caso contrário, não haveria necessidade de ser noticiado.

Sucesso!!

Um comentário:

jocivania maria de jesus disse...

os surjimentos dos jornais ,embora fosse diferente do de hoje. Neles que o romantismo foram publicados.OS jornais. Na epoca do romantismo. Na Europa e Brasil. porque foram os primeiros jornais a serem publicados. aluna joci 2n4